Turismo e Lazer

CULINÁRIA MELGACENSE

A culinária de Melgaço tem as marcas da vida paraense e marajoara em conexão com outras realidades mundiais. A população alimenta-se de peixes, camarões, caças, aves, suínos, além de produtos industrializados. O açaí e a farinha estão presentes na maioria das refeições do melgacense. Ele os consomem com todas as espécies e modos de preparar o peixe, a caça, o frango, os variados tipos de carne, com destaque para churrascos de frango ou carne, sem esquecer produtos industrializados como o charque, a mortadela, a salsicha, a calabresa, entre outros. A globalização da economia atingiu a vida do melgacense, por isso, em tempos de celebração é comum, além das comidas típicas da Amazônia como pato ou frango no tucupi, vatapá, maniçoba, peixes, camarões, caças variadas como veado, cutia, paca, tatu, preguiça, as exímias mulheres prepararem lasanha, macarronada, carne no molho de madeira, assados de brasa, frango empanado ou ao molho branco, entre outros pratos que vão sendo experimentados e aprovados. A consulta a livros de culinária, a programas de televisão e, atualmente, à internet, permite com que famílias do município com melhores poderes aquisitivos experimentem novos cardápios e contribuam para a sua difusão no seio da sociedade local. Por esses termos, é possível dizer que o melgacense renova diariamente seus hábitos alimentares tradicionais, a exemplo, do indispensável consumo do açaí com a farinha de tradições indígenas, mas também quando tem a possibilidade degusta novos cardápios e amplia seus hábitos alimentares.

Fontes: Agernor Sarraf Pacheco.


Acessibilidade
Acessibilidade